Psicólogos que atendem Idosos

Envelhecer é inevitável. Começamos o processo a partir do momento em que nascemos e, durante a vida, passamos por diferentes fases de desenvolvimento e crescimento. Mas quando chegamos a uma idade mais avançada, é comum que surjam mudanças intelectuais, emocionais e físicas que podem ser difíceis de lidar.

Questões relativas à finitude da vida, a perda de amigos e familiares, mudanças nas estruturas sociais e as transformações físicas comuns deste momento são problemas não exclusivos desta fase, mas certamente mais frequentes durante ela. Em meio a tudo isso, não é incomum que surjam incômodos psicológicos, e é por isso que existe um ramo da psicologia voltado a tratar pessoas de idade avançada.

O que é a psicologia geriátrica

A psicologia geriátrica, ou psicologia para idosos, tem como foco o cuidado mental, emocional e físico de pacientes idosos e é um importante instrumento para ensinar a lidar com as questões dessa fase da vida de forma saudável. As limitações, que às vezes surgem com a idade, bem como a perda de pessoas próximas, a solidão, o surgimento de doenças e até mesmo a diminuição da mobilidade podem acarretar no desenvolvimento de depressão, ansiedade ou até outros distúrbios emocionais que precisam ser resolvidos para que se possa ter uma vida plena e feliz durante esta fase.

A quem é adequada

Todos nós precisamos de ajuda em algum momento da vida e possuímos problemas e tristezas que às vezes se tornam mais intensos. O que muda é como decidimos lidar com eles.

A psicologia geriátrica existe para ajudar pacientes a verem seus problemas de uma nova perspectiva que alivie tanto os incômodos que têm sido carregados por anos quanto os que surgiram recentemente. Nunca é tarde para aprender a lidar com os próprios problemas e sentir-se confortável com a própria companhia. E a terapia geriátrica ajuda a entender isso.

A terapia focada em idosos é uma forma eficiente de lidar com problemas psicológicos típicos desta fase da vida e ajuda a devolver a vontade de viver a pessoas que acreditam que é tarde demais. Os últimos anos da vida podem ser muito bem aproveitados se encarados com as atitudes certas – e a terapia ajuda a chegar lá.