Como se comportar no ambiente corporativo?

Como se comportar no ambiente corporativo

Se você for competente naquilo que faz e alcançar os resultados exigidos pela empresa em que trabalha, seu emprego está garantido e não precisa se preocupar com mais nada, certo? Errado. O bom comportamento no ambiente corporativo também é decisivo para a manutenção do emprego, crescimento na carreira e reconhecimento profissional. É por isso que a empresa tem valores e, muitas vezes, código de conduta. É assim que ela demonstra que tipo de comportamento espera de seus funcionários.

Quando você se esforça para ter um comportamento condizente, mas mesmo assim é repreendido e alertado sobre suas atitudes no ambiente de trabalho, talvez seja a hora de buscar a ajuda de um psicólogo. Ele poderá te auxiliar a se conhecer melhor e administrar com mais facilidade fatores como ansiedade, medo, impulsividade e outros que podem estar atrapalhando sua performance no trabalho.

Mas, afinal, como agir de forma condizente com o perfil da empresa? Como se portar adequadamente no trabalho? Separamos neste post 21 dicas sobre isso. Confira.

21 dicas de comportamentos adequados ao ambiente corporativo

1. Cuide com atenção do tratamento dispensado aos colegas de trabalho. Evite situações constrangedoras ou desrespeitosas. Trate as pessoas não só como você gostaria de ser tratado, mas como elas gostam de ser tratadas.

2. Atente-se para o modo de vestir. Prefira as roupas não muito justas e, no caso das mulheres, fuja dos decotes exagerados, das transparências e das bijuterias muito extravagantes. Se homem, prefira as camisas de manga comprida ou polo. Cada empresa tem um jeito de aceitar ou não a informalidade. Repare como os outros se vestem e procure se orientar por ai.

3. Evite falar palavrões nas discussões em reuniões ou interações com os gestores. Algumas gírias também não muito bem vistas.

4. Respeite o espaço dos outros e evite comportamentos abusivos.

5. Nas reuniões de trabalho, procure sempre dar sua opinião e contribuir com ideias e sugestões. Saiba escutar os outros e aceitar opiniões divergentes das suas. Preste atenção em tudo e desligue seu celular.

6. No caso de uma crítica vinda do seu chefe, não responda tentando se defender. Ouça, pense no que foi dito e tente mudar nos pontos observados.

7. Cuide da sua postura, inclusive nas festas de confraternização e nos encontros fora da empresa, mas com colegas de trabalho. Não beba demais, não provoque brigas e nem se envolva amorosamente com ninguém.

8. Conheça bem o código de ética da empresa e respeite 100% das orientações ali contidas.

9. Seja sempre pontual. Organize-se de forma a cumprir o horário dos seus compromissos.

10. Tenha uma atitude cordial e prestativa em relação a todos e não somente com as pessoas nos cargos superiores aos seus.

11. Não sente de qualquer jeito e nem sobre as mesas.

12. Não fique conectado às redes sociais, não consulte sites que não têm relação com o trabalho, não faça chamadas telefônicas particulares usando os telefones da empresa e mantenha sempre seu celular no modo silencioso.

13. Tenha jogo de cintura em momentos de imprevistos ou conflitos pessoais. Os desentendimentos são inevitáveis, mas estabeleça diálogos construtivos para resolver problemas.

14. Mantenha o bom humor e procure se dar bem com o maior número de pessoas possível. As coisas mudam e amanhã você pode precisar de quem hoje precisa de você.

15. Cuidado com as brincadeiras e piadas preconceituosas.

16. Seja organizado. Saiba sempre onde estão seus pertences pessoais e documentos da empresa.

17. Evite deixar sua mesa, armários ou gavetas bagunçadas.

18. Lembre-se das regras básicas de educação: peça licença, fale obrigado, diga por favor, cumprimente a todos na chegada e se despeça na saída, estabeleça contato visual quando estiver conversando com alguém e não hesite em pedir desculpas quando perceber que fez algo errado.

19. Trabalhe bem em equipe, com resiliência e empatia.

20. Respeite a diversidade e inclua os diferentes.

21. Vivencie os valores da empresa no dia a dia.

Autora: Thaiana Brotto (Psicóloga CRP 06/106524)

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.